Gurus da Web querem "código de etiqueta" para Blogs

Do G1

Comportamento agressivo na blogosfera criou a sugestão.

Sites de hospedagem teriam de apagar posts indevidos.

Os blogs vêm ganhando popularidade na internet, mas o comportamento rude nessa mídia tem gerado uma pressão considerável aos blogueiros, para que eles sejam um pouco mais polidos. Por isso, pessoas envolvidas com o meio nos Estados Unidos resolveram criar um código de conduta na web.

“Muita gente invoca o direito à livre expressão quando na verdade quer apenas se comportar de maneira infantil”, disse Tim O’Reilly, pioneiro da web que decidiu revisar o texto de sua proposta de um código de conduta para blogueiros na última quarta-feira (11), depois que muitos usuários da internet o acusaram de estar promovendo a censura em nome da civilidade.

O’Reilly, o inovador que cunhou o termo “web 2.0″, recentemente postou a versão inicial do código em seu site e na wikia.com, que é dirigida por Jimmy Wales, fundador da Wikipedia.

O código impõe um padrão de civilidade sob o qual os blogueiros se comprometem a não publicar comentários abusivos, agressivos, injuriosos, falsos ou ameaçadores. O conteúdo de um blog não deveria ser usado como forma de assediar terceiros.

Os sites que hospedam blogs se comprometeriam a apagar esse tipo de post. O código pede a proibição de comentários anônimos e de violações de direitos autorais ou marcas registradas. Os blogueiros foram convidados a expressar sua opinião e oferecer sugestões quanto ao código.

O’Reilly disse que estava tentando provocar discussão sobre a tolerância a comportamento juvenil. “Há pessoas que sentem ter direito de macular, quase como se pichassem, qualquer blog que visitem, e depois retornam ao buraco de onde saíram”, afirmou.

O código de conduta voluntário se segue a incidentes nos quais uma blogueira e escritora norte-americana recebeu ameaças de morte de visitantes anônimos ao seu site. “É aceitável ameaçar pessoas? É aceitável postar ameaças de morte em um blog? Não acredito que seja. Não acredito que ninguém acredite que seja”, disse Wales em entrevista por telefone.

“Boa parte disso é na verdade um debate ético primário. Trata-se da maneira correta de enfrentar esse tipo de coisa. Como distinguir entre um debate vibrante, saudável, mas racional, e expressões de ódio e comportamento lunático? Não creio que seja difícil, e não creio que blogueiros responsáveis se oponham a isso”, afirmou ele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s