Microsoft com aQuantive: marca batalha por vídeo na Web

Por Michele Gershberg para a Reuters

NOVA YORK (Reuters) – O acordo da Microsoft para a compra do grupo de marketing online aQuantive, por 6 bilhões de dólares, é um esforço da gigante do software para obter uma participação mais importante no nascente mercado de vídeos na Web e aumenta a pressão sobre os concorrentes para que também concretizem aquisições.

A aQuantive provavelmente representará o maior preço na onda de aquisições relacionada à consolidação do setor de publicidade online, mas talvez até oito outras aquisições possam surgir no futuro, envolvendo empresas de menor porte que atendem nichos especializados e somas de entre 300 milhões e 500 milhões de dólares cada, disseram especialistas e executivos do setor.

“Nós ainda estamos na linha de largada, quando se trata de aquisições no setor de publicidade online”, disse Bob Davis, gerente geral da Highland Capital Partners. “Há alguns grandes grupos… que desejarão ter feito suas apostas muito mais cedo.”

O acordo é o mais recente na onda de aquisições de empresas de publicidade deflagrada quando o Google decidiu tomar o controle da DoubleClick, em uma transação de 3,1 bilhões de dólares no mês passado, seguida por aquisições de menor porte por parte do Yahoo e da empresa de investimentos WPP.

“Todas as empresas estão enfim realizando idéias que elas vinham desenvolvendo há anos”, disse Dave Morgan, presidente do conselho e fundador do grupo de publicidade online Tacoda, à Reuters. “Era hora de trabalhar sério porque os valores começam a subir muito. Era o caso de pagar agora ou perder a oportunidade.”

As empresas que podem encontrar parceiros nos próximos meses incluem a Quigo Technologies, que se especializa em publicidade contextual; a Exponential Interactive, que controla a Tribal Fusion; a Revenue Science, que se especializa em direcionamento de publicidade com base em comportamento; e a Blue Lithium, dizem executivos do setor e de bancos.

A Tacoda também foi apontada como potencial alvo de aquisição. “Hoje, não se pode ser uma empresa de publicidade online de porte considerável sem que exista a possibilidade de uma aquisição”, disse Morgan.

Alguns especialistas acreditam que de quatro a seis empresas estejam disputando fatias importantes do mercado de publicidade.

“Uma corrida está claramente acontecendo”, disse o presidente-executivo da AOL e ex-chefe da rede de televisão NBC, Randy Falco, durante o Reuters Global Technology, Media and Telecoms Summit, na semana passada.

“Este negócio está cada vez mais centrado sobre tecnologias de distribuição de anúncios”, disse o executivo. “Eu creio que temos que estar em todos os espaços que pudermos.”

Technorati tags: , , , ,

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s