Medicamento contra Aids será recolhido

Da GazetaWeb

viracept_thumb

Todos os pacientes que fazem uso do medicamento Mesilato de Nelfinavir (Viracept) contra HIV devem procurar os serviços de saúde onde fazem tratamento para ter a medicação substituída.

O alerta foi feito pelo Programa Nacional de DST/Aids, do Ministério da Saúde. Na terça-feira, o laboratório Roche informou que recolherá na Europa e em outras regiões do mundo, incluindo o Brasil, todos os lotes do produto em pó e em comprimido devido à impureza no princípio ativo.

“No Brasil, as 9 mil pessoas que usam esse medicamento devem ter a medicação substituída por terapias alternativas. Ninguém vai ficar sem remédio porque temos outros medicamentos em estoque para garantir a substituição”, disse Mariângela Simão, diretora do Programa Nacional de DST/Aids. “Os serviços de saúde também devem entrar em contato com os pacientes que usam o produto”, disse.

Segundo o órgão, um dos lotes do Viracept suspeitos de contaminação chegou no almoxarifado do ministério no dia 29 de maio e estava em fase inicial de distribuição. A Roche informou que ocorreram relatos de que alguns lotes de comprimidos de 250mg apresentaram um odor alterado. Análises químicas demonstraram a presença de uma impureza chamada ácido etil éster metanosulfônico.

O ministério determinou que as unidades distribuidoras de antiretrovirais suspendam o fornecimento do Viracept a partir desta sexta.

Risco de câncer não é confirmado

Informado sobre a contaminação no fim da tarde de terça-feira, o Programa Nacional de DST/Aids informou que vai estudar quais efeitos o ácido etil éster metanosulfônico — substância encontrada no lote do medicamento Mesilato de Nelfinavir — em seres humanos. A substância seria genotóxica, ou seja, poderia afetar os genes e levar ao surgimento do câncer.

A informação, no entanto, não foi confirmada pelo ministério nem pelo laboratório Roche.

Em nota, o ministério pede aos médicos que informem, caso sejam observados, eventos adversos em pacientes que estão usando o medicamento. O laboratório Roche, que produz o medicamento, disponibilizou o telefone 0800 7733 310 para esclarecimentos.

O Nelfinavir é distribuído no Brasil e no mundo desde 1998, em comprimidos de 250 mg e pó para solução oral para crianças.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s