Ex-secretário Colin Powell defende o fechamento de Guantánamo

Do Pravda.Ru

O ex-secretário de Estado norte-americano, Colin Powell, defendeu o fechamnto do centro de detenção norte-americano militar instalado em Guantánamo, Cuba, onde se encontram pessoas detidas ao abrigo da chamada «guerra ao terrorismo», instaurada pelo presidente George W. Bush.

“Guantánamo tornou-se um problema significativo (…) relativamente a forma como o mundo vê a América e se dependesse de mim fecharia Guantanamo, não amanhã, mas esta tarde”, afirmou hoje Powell à cadeia televisiva norte-americana NBC, defendendo que os prisioneiros devam ser transferidos para os EUA.

“Não deixaria nenhuma daquelas pessoas (prisioneiros) ir embora. Simplesmente transferia-os para os Estados Unidos e colocava-os sob o nosso sistema legal federal”, apontou.

Powell foi uma das figuras centrais na invasão do Iraque. Em 2003 foi ele que apresentou, perante o Conselho de Segurança da ONU as alegadas provas da existência de armas de destruição maciça naquele país, dado que nunca veio a ser provado.

Em Guantanamo encontram-se detidas 380 pessoas. Muitas organizações de defesa dos direitos humanos têm criticado a política dos EUA no combate ao terrorismo e consideram que nesta prisão são violados os direitos fundamentais dos detidos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s