Apple reinicia guerra dos navegadores, diz BusinessWeek

De AppleMania

promosafari20070611 

A longo prazo, a combinação Safari para Windows e iPhone pode vir a ser a plataforma líder da Internet móvel, opina colunista.

“Em 11 de junho, Steve Jobs, diretor-presidente da Apple, elevou o nível de seu ataque contra a [Microsoft]. Em palestra a desenvolvedores da Apple, Jobs, trajado com sua tradicional farda de camiseta preta e jeans, anunciou nova versão do navegador web Safari, da Apple, para o onipresente sistema operacional Windows. Isso dá aos usuários de PC um meio sem riscos de experimentar software Apple (o Safari é grátis) e possivelmente um incentivo para abandonar o PC em favor do Mac ou comprar um iPhone. E para certificar-se de que haverá programas suficientes para os compradores interessados, Jobs também ofereceu as tecnologias por baixo do Safari aos desenvolvedores externos de software, de modo que possam escrever programas para produtos Apple, iPhone inclusive, o mais recente sucesso em potencial que começa a ser comercializado em 29 de junho”, escreve Aaron Ricadela em artigo para o site da revista especializada em negócios BusinessWeek.

Juntando-se as peças do quebra-cabeças, diz Ricadela, vê-se um quadro em que a jogada pode atrair mais empresas a órbita da Apple e potencialmente reiniciar a guerra dos navegadores, que tem estado latente por vários anos.

“A batalha não é apenas por participação no mercado de navegadores. Os usuários de Windows já baixaram o software musical iTunes da Apple mais de 500 milhões de vezes, segundo Jobs. Uma versão veloz do Safari para Windows pode dar aos usuários de Windows um gostinho melhor da estética do design da Apple e de suas características técnicas, ajudando-a revigorar as vendas de computadores da Apple”, opina Ricadela.

Para ele, ao oferecer o Safari aos programadores como plataforma de desenvolvimento de programas para o iPhone e de exploração da Internet por usuários de Mac e de Windows a Apple pode competir em uma indústria na qual o software está cada vez mais sendo distribuído online. “Adam Gross, vice-presidente de marketing de desenvolvimento da Salesforce, diz que sua empresa pretende criar uma versão para iPhone de seu software de gerenciamento para representantes comerciais. A abordagem da Apple pode simplificar o processo de estender software até o iPhone quando comparada à estratégia de outras empresas. ‘Será muito mais fácil criar aplicações para o iPhone do que para outras plataformas móveis’, disse Gross.”

Ricadela conclui seu artigo dizendo que, se a estratégia da Apple der certo e a empresa ganhar mais adeptos, pode intensificar a concorrência entre os navegadores “e isso pode dar a Jobs ainda mais poder de fogo contra a Microsoft, uma vez que ambas as empresas tentam expandir sua influência para além do desktop.”

Mais detalhes no artigo completo de Ricadela.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s