Fortalecimento da esquerda reduz vitória eleitoral de Sarkozy

De Swissinfo Por Jon Boyle

Os aliados do presidente da França, Nicolas Sarkozy, elegeram uma grande maioria nas eleições parlamentares deste domingo, mas não chegaram a ter a vitória esmagadora que se previa. Aparentemente, a proposta de aumentar o imposto sobre vendas lhes custou muitos votos.

O primeiro-ministro francês, François Fillon, disse que a vitória da centro-direita na eleição parlamentar do domingo permitirá que o presidente Nicolas Sarkozy consiga a aprovação de seu programa de reformas.

“A sua participação resultou em uma escolha clara e coerente, que permitirá que o presidente da República implemente o seu projeto”, disse Fillon em uma declaração transmitida por uma TV francesa.

No fim da votação, os principais institutos de pesquisa projetaram que os aliados de centro-direita de Sarkozy terão entre 341 e 350 cadeiras na Assembléia Nacional, bem abaixo de algumas estimativas pré-votação, que falavam na eleição de até 470 deputados.

Os institutos também projetaram que os socialistas terão entre 202 e 210 cadeiras no total de 577 legisladores.

Os resultados surpreenderam e foram um revés relativo para o presidente, que havia pedido que os eleitores lhe dessem uma vitória decisiva para sustentar o seu programa de amplas reformas fiscais e trabalhistas.

A União por um Movimento Popular (UMP), de Sarkozy, e partidos aliados tinham 359 cadeiras na legislatura que terminou.

Os socialistas e associados, que tinham 149 deputados no parlamento anterior, aparentemente foram beneficiados por uma disputa quanto aos planos do governo de aumentar o imposto sobre valor agregado.

“A onda azul que tinha sido anunciada… não aconteceu”, disse o líder socialista François Hollande, que está sendo pressionado desde a vitória presidencial de Sarkozy, em maio.

“Na nova assembléia haverá diversidade e pluralismo. Isso é bom para o país”, afirmou Hollande.

O segundo turno deste domingo confirmou a implosão do centro independente, que, segundo projeções, deve eleger apenas 2 deputados. Os comunistas foram reduzidos para cerca de 12 cadeiras, contra as 21 da legislatura anterior, apesar de que os verdes devem aumentar para quatro o número de representantes.

A Frente Nacional, de extrema direita, não deve eleger nenhum deputado, segundo as projeções.

Sarkozy, que procurou não aparecer demais durante a campanha, deve completar a sua equipe de governo rapidamente depois do segundo turno, a quarta votação ocorrida na França em dois meses. O cansaço dos eleitores explica a alta abstenção, de cerca de 40 por cento.

Sarkozy pode nomear cerca de seis ministros juniores esta semana, inclusive representantes de minorias éticas, políticos que não são da UMP e manter a paridade ministerial entre os sexos.

Gafe do Imposto

As primeiras semanas de Sarkozy na presidência foram marcadas por uma explosão de atividades, o anúncio de uma série de reformas internas e a presença em eventos de destaque no exterior, como a participação dele na cúpula do G8, na Alemanha.

O premiê François Fillon já detalhou um punhado de medidas a serem apresentadas em uma sessão especial do novo parlamento, que deve ser empossado em 26 de junho.

Fillon foi reeleito no primeiro turno das eleições, no domingo passado, enquanto que o número dois da França Alain Juppe anunciou que deixará o governo, depois de não conseguir se reeleger.

Essas medidas incluem isenções fiscais para o pagamento de juros de hipoteca e horas extras, com a imposição de um teto de 50 por cento sobre a taxação pessoal, o aperto nas leis de imigração e sentenças mais duras para reincidentes.

Mas foi a proposta atrapalhada do governo de estudar o aumento do imposto sobre valor agregado em 5 pontos percentuais, como forma de reduzir a contribuição dos empregadores para a segurança social, que aparentemente fez com que os conservadores não tivessem uma maioria mais expressiva.

A esquerda se concentrou na questão, afirmando que se trata de um imposto injusto que vai sufocar a demanda do consumidor e desacelerar a economia. Sarkozy foi obrigado a intervir e minimizar a conversa sobre o aumento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s