572/ Para sair do Mercosul é só querer, diz Lula sobre Chávez

Jair Rattner de Lisboa para BBCBrasil

Lula_entrevista

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta-feira, em Lisboa, que se o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, não quiser entrar no Mercosul, basta manifestar isso oficialmente.

Questionado sobre a ameaça do presidente venezuelano de retirar sua candidatura ao bloco econômico caso o Senado brasileiro não aprove a entrada do país em três meses, Lula disse: “Obviamente que para entrar tem que ter a aprovação dos quatro membros do Mercosul, terá que ter a aprovação dos quatro congressos nacionais do Mercosul”.

“Agora, para sair, não tem regras. É só não querer ficar, não fica.”

Lula procurou desculpar o ultimato de Chávez ao Senado brasileiro: “Acho difícil a gente fazer política internacional interpretando o que as pessoas falaram em função do momento da pergunta. O relacionamento entre dois Estados se dá com muita conversa.”

O presidente brasileiro disse que pretendia resolver as diferenças com a Venezuela na reunião do Mercosul que se realizou no Paraguai: “Eu imaginava que ia conversar com o Chávez agora no Paraguai, mas ele não foi por compromissos no exterior”.

“Mas não vai faltar oportunidade de conversar com o Hugo Chávez, porque nós queremos manter a Venezuela no Mercosul. Como eu, como chefe de Estado brasileiro, e o Chávez, como chefe de Estado venezuelano, somos amigos, não faltará oportunidade para uma prosa.”

Parceria estratégica

Lula participou nesta quarta-feira, na capital portuguesa, de uma reunião de cúpula com a União Européia para selar a entrada do Brasil no grupo seleto de países considerados “parceiros estratégicos” pelo bloco.

Atualmente, somente Estados Unidos, Canadá, Rússia, China, Índia e Japão recebiam da UE esse tratamento.

O encontro também teve a participação do presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, e do primeiro-ministro português, José Sócrates, atualmente na presidência da União Européia.

No final do 1º Encontro Empresarial União Européia-Mercosul, Lula disse que não é possível substituir as negociações multilaterais para a liberalização do comércio mundial por acordos bilaterais.

“Não há substituto para um sistema multilateral de comércio forte, baseado em regras estáveis e equitativas. O acordo de associação União Européia-Mercosul será uma importante complemento à OMC (Organização Mundial do Comércio)”, afirmou o presidente.

“A propósito da Rodada de Doha (de liberalização do comércio mundial, negociada no âmbito da OMC), saí desta cúpula com uma mensagem bem clara e positiva de que nem a União Européia nem o Brasil desistem de tentar alcançar o sucesso nas negociações”, disse o primeiro-ministro português.

“O objetivo é alcançar um equilíbrio entre uma maior liberdade econômica em que todo mundo se beneficie com isso, com a procura de um maior espaço de afirmação dos países em desenvolvimento”, disse Sócrates.

Durante os últimos dias, houve um bate-boca entre os dois lados. Na segunda-feira, Lula afirmou que a União Européia “falava, falava, falava e não mostrava suas cartas”.

Na terça-feira, o principal negociador da União Européia, o comissário de Comércio, Peter Mandelson, afirmou que era o momento de “negociar seriamente e não de retórica”.

Nesta quarta-feira, durante o dia, Mandelson disse à imprensa brasileira que quem tinha relatado o encontro (entre Brasil, Índia, União Européia e Estados Unidos, realizado em Potsdam, na Alemanha, no último dia 21) a Lula o teria feito “de cabeça para baixo”.

Nesta quinta-feira, Lula deverá participar de um seminário sobre biocombustíveis organizado pela União Européia em Bruxelas, na Bélgica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s