616/ Uma outra visão do aquecimento global

 Juliana Arini para o Blog do Planeta

grandefarsa

 YouTube – A grande farsa do Aquecimento Global 1

 

Um documentário do Canal 4, da TV Britânica, está entre os mais acessados do Youtube.

Com o nome sugestivo de a Grande farsa do aquecimento global (The Great Global Warming Swindle) o filme é um ataque direto ao Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), grupo de cientistas reunidos pela ONU para estudar o assunto.

A base do documentário é contestar as causas do aquecimento global. No filme o diretor Martin Durkin defende que não é a emissão excessiva de carbono na atmosfera proveniente da queima de combustíveis fósseis a causa das mudanças climáticas. De acordo com os cientistas que aparecem no documentário, a atividade do Sol seria a maior responsável pelo aquecimento global.

O filme foi lançado em março deste ano e conta com depoimentos de pessoas conhecidas no mundo científico e ambiental, como o editor chefe da revista inglesa New Scientist, Nigel Calder, ou Patrick Moore, ex-fundador do Greenpeace (que hoje adora falar mal da ONG). Também aparece Richard Lindzen, professor de meteorologia do Massachusetts Institute of Technology (MIT). Uma das estrelas do filme, Carl Wunsh, também professor do MIT, está processando o diretor pela forma que sua entrevista foi editada no documentário.

Todos participantes do filme foram duramente criticados pela comunidade científica e pela opinião pública mundial. O diretor também foi acusado de falsificar gráficos e dados apresentados.

Um dos estudos que sustentam a tese do filme foi conduzido por um dos diretores do IPCC. A teoria é que o Sol seria responsável por boa parte do aquecimento. Mas o mesmo cientista, em resposta ao filme da BBC, reviu sua pesquisa e publicou, na semana passada, uma revisão. Nela, mostra que sua versão anterior estava errada. Ou seja, o Sol não seria tão importante assim.

Independente dos erros e acusações, o filme mostra um lado da história do IPCC pouco divulgado. Também revela o que acontece com a vida dos cientistas que discordam das teorias atuais sobre o aquecimento global e a forma fanática com a qual alguns grupos defendem que as mudanças climáticas são o novo apocalipse.

Um dos pontos positivos do documentário é mostrar que mesmo entre a comunidade cientistas não existe um consenso sobre o assunto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s