630/ Ganhe dinheiro na bolsa

Por Anne Dias e Marcos Gusmão / Ilustrações Roberto Weigand para Você S/A

capa_mmiranda_107

O ano tem sido de fortes emoções na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Já houve crises como a da China e recordes de alta no início deste mês. O ganho no ano até abril é de 10,4%. Com os bônus dos executivos pagos no mês passado e os balanços das empresas de capital aberto divulgados, não poderia haver momento melhor para a publicação da lista VOCÊ S/A-Economática ­ As 100 MELHORES AÇÕES PARA VOCE INVESTIR. O estudo ajudará você a traçar estratégias de longo prazo, como as dos oito aplicadores que apresentamos ao longo deste guia de investimento em ações.

Um pouco de gráficos, de limites e psicologia

O engenheiro civil Marcelo Monteiro de Miranda, de 29 anos, mineiro de Belo Horizonte, traçou uma estratégia criativa para investir em ações. Antes de tomar uma decisão, ele leva em conta três dimensões: análise técnica, proteção do capital e um pouco de psicologia.

“Eu me concentro primeiro na análise de gráfico e indicadores de preços”, diz Marcelo, que é diretor administrativo e financeiro da Caenge, de Brasília. Ou seja, ele observa alguns padrões do mercado e de indicadores macroeconômicos para identificar tendências de alta ou de baixa. Feito isso, Marcelo define qual será a proteção para o dinheiro usado na compra da ação. Ele se permite perder no máximo 6% em um mês. Se isso ocorre, vende a ação e parte para recuperar o que foi perdido.

Marcelo recorre também à psicologia. “Não me deixo levar pela impressão e sensação de que a bolsa é um jogo”, afirma. “Meu foco é o longo prazo.” Apesar de ter 80% de suas economias em ações, ele nunca fica grudado na tela do computador para saber se ganhou ou perdeu. Checa apenas por 20 minutos diários como estão as suas ações. “Em seis anos, dobrei meu dinheiro”, diz.

A pesquisa chega à sua segunda edição e encontra investidores animados com a bolsa, como em 2006, só que mais cautelosos. O entusiasmo se explica pelo recorde histórico do Ibovespa em 50 000 pontos e a previsão de alta para este e o próximo ano. Até dezembro, há expectativa de ganho acumulado de 20%. Para os próximos 12 meses, um estudo do Unibanco Asset Management aponta um mercado amigável com o Ibovespa, rendendo outros 16,5%, alcançando 57 300 pontos.

Já a cautela se justifica pelos movimentos do mercado aqui e no exterior, que ora deixam a bolsa com uma face semelhante ao pós-Xangai, em março, pura encrenca para o investidor de ações, ora demonstram que o mercado pode ser uma robusta alternativa de aplicação, como em abril. A questão é que nenhum analista se atreve a dizer até quando essa montanha-russa frenética vai durar. O momento exige uma escolha caprichada das ações (nível 1). Além disso, se sua estratégia de investimento tem como foco retornos em cinco, dez, 20 anos, você não deve perder o sono por causa desse vaivém.

Para metas de longo prazo e uma escolha criteriosa de ações, a lista das 100 é uma ferramenta diferenciada. “As ações do ranking não são para especular”, diz Fernando Exel, presidente da Economática, líder no fornecimento do software de apoio a investidores com acompanhamento das bolsas latino-americanas e das 1 200 maiores empresas norte-americanas. “Analisamos a qualidade das ações para apontar quais delas pertencem a empresas que o investidor deve ficar sócio.”

Escolher bem os papéis para uma carteira é trabalho para especialistas e, por isso, se você não conhece bem o mercado deve conversar com a sua corretora de valores para optar por esse ou aquele ativo.

A lista das 100 serve de apoio nesse momento também porque é resultado de um dos mais meticulosos trabalhos de classificação de boas ações. A equipe da Economática computou 3 500 dados para chegar ao ranking. O pontapé inicial foi se debruçar sobre 700 ações de 373 empresas acompanhadas pela consultoria. Cada papel foi analisado individualmente, chegando-se a uma segunda fase com 141 ações. Dessas, foram escolhidas as 100 de maior liquidez, ou seja, maior volume financeiro médio diário na Bovespa em 2006. Posteriormente, chegou-se à indicação das 20 ações cinco estrelas — ideais para enfrentar crises por pertencerem a empresas cujos negócios estão em crescimento sustentável.

Na liderança do ranking está a Petrobras PN. O analista gráfico Eduardo Matsura, da CMA, de São Paulo, verificou qual a tendência para a ação. Ela vinha em ascensão entre outubro e dezembro de 2006, enfrentando uma baixa entre janeiro e meados de março deste ano. “A análise gráfica desse período mostra uma provável reversão, sendo possível identificar uma tendência de alta para a Petrobras PN”, diz Eduardo. Uma boa notícia, já que até o fechamento da lista das 100, no dia 25 de abril, a Petrobras PN estava com quase 3% de queda no ano até aquela data. Em 2006, ela acumulou alta de quase 41% — bem acima da média da bolsa.

Dança das Ações

As ações Itaúsa PN e Vale do Rio Doce ON deram um salto no ranking de 2006 para 2007. Saíram da nona e oitava posições no ano passado para terceira e quarta este ano, respectivamente.

Vale um destaque também para a Cemig PN, uma das melhores empresas do setor elétrico, segundo analistas, que escalou do 22º lugar da lista para a 5ª colocação. No ranking deste ano há a estréia de 22 ações. Entre as que não estavam em 2006, um grupo chama atenção pelo vigor da recuperação do setor em que estão inseridas: as ações das construtoras e incorporadoras Cyrela Realty ON e Rossi ON. Do setor sucroalcooleiro a representante é a Cosan ON. Ainda entre as novatas estão a Lojas Renner ON, Nossa Caixa ON e Localiza ON.

Este ano, ao lado de cada ação no ranking das 100, você encontra a indicação se ela faz ou não parte dos níveis especiais de governança corporativa da bolsa (níveis 1, 2 e o Novo Mercado). Outra informação importante é a indicação daquelas que fazem parte do ISE, o Índice de Sustentabilidade Empresarial. Dois dados que revelam o quanto a empresa é transparente e responsável. Os papéis de todas as companhias receberam ao menos uma estrela em cada um dos cinco fundamentos que balizam os critérios da pesquisa: a facilidade de negociar a ação, o fato de pertencer a empresas cujos controladores não ficam com todo o poder nas mãos, a oscilação de preços na bolsa, caracterizada por reduzidas diferenças de altas e baixas, pagamento de bons dividendos (nível 2) aos acionistas e negócios rentáveis e em crescimento. Com essas características, essas ações fazem toda diferença na hora de você ganhar dinheiro na bolsa.

Por um mundo melhor

No ranking das 100 melhores ações, 35 estão no Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bovespa (ISE). São papéis de empresas que têm práticas e balanços transparentes, compromissos socioambientais e se preocupam com direitos humanos. Abaixo, as dez melhores ações ISE:

1 Petrobras PN

2 Itaúsa PN

3 Cemig PN

4 Petrobras ON

5 CPFL ON

6 Bradesco PN

7 Gerdau Met. PN

8 Tractebel ON

9 Arcelor ON

10 Acesita PN

Fontes: Economática e Bovespa

Expectativa de alta

Um estudo do Unibanco Asset Management, publicado no dia 24 de abril deste ano,revisou a previsão de alta do Ibovespa de 51 500 pontos para 57 300 pontos para os próximos 12 meses, contados a partir do dia 23 de abril. Se confirmada, essa alta será de 16,5% no período.Abaixo o histórico de recordes do Ibovespa este ano:

10 Abr 46 174 pontos

12 Abr 47 346 pontos

13 Abr 47 926 pontos

16 Abr 48 921 pontos

20 Abr 49 408 pontos

25 Abr 49 675 pontos

3 Abr 50 218 pontos

Fonte: Bovespa

Segurança no futuro

A cada ano que passa, o administrador de empresas Adriano Merigli, de 31 anos, dá uma mexidinha interessante em seus investimentos. Ele tira um ponto percentual do montante destinado à compra de ações, e esse dinheirinho vai parar na renda fixa.

Teve essa idéia há cinco anos, quando tinha 75% do seu capital em fundo de ações e os 25% restantes em renda fixa. “Criei essa estratégia baseado na noção de que é melhor ser mais agressivo quando se é mais jovem e ir passando para um investimento mais conservador ao longo do tempo”, explica. Adriano é gerente de desenvolvimento de negócios da Volvo Financial Service e é membro diretor da Volvo Serviços Financeiros, de Curitiba.

É uma maneira previdente e bastante útil para quem não consegue se desfazer da pulga atrás da orelha quando o assunto é comprar ações. E qualquer pessoa pode seguir o modelo.

Adriano também mantém um imóvel residencial para aluguel, o que lhe garante uma renda extra. Na prática, seu pulo-do-gato é a disciplina em relação à capacidade de investir. Todo mês, faça chuva, faça sol, ele separa 20% do salário para incrementar seus investimentos. É algo automático que Adriano faz como se estivesse pagando uma conta. Tão metódico assim, alguém pode achar que ele entra em desespero quando o preço de uma de suas ações despenca na bolsa. Nada disso. Se mantém calmo na medida do possível. “Também não me iludo quando os preços disparam e ganho muito”, afirma.

À caça de oportunidades baratinhas

O engenheiro elétrico Fábio Vigário, de 25 anos, é um caçador de ações em queda. Seu interesse é por papéis de boas empresas que caem de uma hora para a outra, mas os analistas apontam que têm todas as condições de se recuperar. “Esse é o melhor momento para adquirir um papel”, afirma. Para identificar essas espécies, Fábio, que é gerente de time da Procter & Gamble, de São Paulo, dedica cerca de meia hora por dia para acompanhar as cotações pelo computador.

Nos fins de semana, fica mais alguns minutos analisando o que aconteceu nos últimos dias e que passos deve dar dali pra frente. É quando traça sua estratégia de compra. Fábio faz questão de ler tudo o que sai sobre ações, acompanha sites que analisam a bolsa e conversa com amigos que também investem em ações. Para evitar comprar besteira, ele concentra suas operações nas ações do Ibovespa — as mais negociadas — e, às vezes, compra papéis de uma empresa que abriu capital recentemente, como a Camargo Corrêa. Metade do dinheiro do engenheiro está em ações. Se sua metodologia vem dando certo? Em um ano e meio o patrimônio dobrou. Ele já errou. “Só ganha quem também perde”, afirma.

Ações para bombar seus investimentos

A metodologia usada pela lista das 100 Melhores Ações para Você Investir completa dois anos com esta edição. A VOCÊ S/A e a Economática mantiveram como pré-requisito para participar do estudo a liquidez dos papéis. A ação deveria ser bastante negociada e ter participação em, no mínimo,80% dos pregões realizados em 2006. Feito isso,foram dados os seguintes passos:

Foram concedidas estrelas em cinco critérios: liquidez (indica o quanto é fácil de negociar), volatilidade (revela o quanto é sensível aos soluços do mercado), pulverização do capital (mostra quanto do capital está nas mãos de minoritários), ganho percentual dos dividendos (aponta quanto dinheiro extra foi liberado para acionistas) e rentabilidade sobre o patrimônio médio (diz se o negócio é rentável).

Companhias que abriram capital este ano ou em 2006 por meio de IPOs (sigla em inglês para a oferta inicial de ações) ficaram fora da pesquisa.

Análises concluídas, os especialistas da Economática somaram a quantidade de estrelas conferidas para cada ação. Para o ranking, os papéis foram ordenados segundo a quantidade de cinco estrelas. Os desempates ocorreram considerando o recebimento de quatro estrelas.Em seguida,três,duas e uma.

Grupo de menor risco

Confira as 20 ações cinco estrelas para você encarar crises. Elas não devem ser vistas como papéis com alta garantida (nem baixa). Estas ações não são para especular, mas sim para formar um patrimônio financeiro e virar sócio de grandes corporações:

1 Petrobras PN

2 Vale Rio Doce PNA

3 Itaúsa PN

4 Vale Rio Doce ON

5 Cemig PN

6 Petrobras ON

7 CSN ON

8 AES Tietê PN

9 Telemar PN

10 CPFL ON

11 Bradesco PN

12 Bradespar PN

13 Gerdau Met.PN

14 AES Tietê ON

15 Porto Seguro ON

16 Tractebel ON

17 Arcelor ON

18 Eternit ON

19 Copesul ON

20 Telesp PN

Fonte: Economática

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s