783/ Chávez e Evo Morales criam binacional petrolífera

Do Gazeta OnLine

Os presidentes da Venezuela, Hugo Chávez, e da Bolívia, Evo Morales, assinaram na madrugada desta sexta-feira (10) um acordo por meio do qual foi criada a companhia petrolífera binacional Petroandina. O primeiro projeto da empresa será investir US$ 600 milhões na exploração de combustíveis em solo boliviano.

Depois da cerimônia na qual o acordo foi firmado, Chávez comentou que a empresa mista é a primeira parceria desse tipo entre os dois países, mas deverão vir outras. Ele recomendou aos executivos da companhia petrolífera estatal venezuelana PDVSA que comecem a logo a busca por petróleo e gás na Bolívia.

As companhias energéticas estatais PDVSA e Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB) são as proprietárias da Petroandina. A YPFB é a empresa usada por Morales para comprar as refinarias da Petrobras no país vizinho.

Chávez e Morales também assinarão acordos, junto com o presidente argentino Néstor Kirchner, nesta sexta-feira na cidade de Tarija, referentes ao fortalecimento da Organização de Países Produtores e Exportadores de Gás do Sul (Opegasul).

A Bolívia é a última escala de um giro de Chávez pela América do Sul para a assinatura de convênios energéticos. Ele também esteve na Argentina e no Uruguai.

“Forças de libertação”

Chávez destacou que ele, em seu país, desenvolveu a política de recuperar os hidrocarbonetos e que, por isso, o chamam de “ditador”, mas enfatizou que esse tipo de designação não o intimida. “Que continuem me chamando de ditador; eu cumpro com a responsabilidade que o povo venezuelano me entregou e nada me fará mudar nesse empenho”, afirmou.

Morales, por sua vez, elogiou o apoio dado pelo governo Caracas, assim como o apoio pessoal de seu colega venezuelano. “Ele nos orienta. Muito obrigado, companheiro Chávez”, afirmou.

Morales disse ainda que a América Latina tem os presidentes de Cuba, Fidel Castro, e Chávez como os dois comandantes das “forças de libertação”.

“A América Latina vive é um levante permanente, pois temos dois comandantes das forças de libertação da América, o companheiro Fidel e o companheiro Chávez”.

Os presidentes da Bolívia e da Venezuela planejam assinar posteriormente um convênio para a construção de uma fábrica termoelétrica de US$ 80 milhões.

Anúncios

Um comentário sobre “783/ Chávez e Evo Morales criam binacional petrolífera

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s