812/ Novo recall da Mattel inclui 850 mil brinquedos no Brasil

Giuliana Vallone para o Estadao.com.br

barbieetanner2

Os consumidores brasileiros foram afetados pelo novo recall de brinquedos da Mattel, anunciado nesta terça-feira, 14.

Dos cerca de 7,5 milhões de produtos, fabricados na China, que serão retirados do mercado, aproximadamente 850 mil estão no Brasil.

Segundo a assessoria da Mattel no País, grande parte desses produtos já haviam sido vendidos, mas os pontos de venda também já foram notificados para que tirem os brinquedos das prateleiras e os devolvam à fabricante.

Os itens comercializados no País que são afetados por esse recall são todos os produtos da linha Polly com ímãs aparentes, a pá do conjunto Barbie e Tanner e algumas figuras magnéticas do Batman.

Os consumidores que adquiriram esses produtos podem mandar um e-mail para recall.brasil@mattel.com ou ligar no 0800 77 01207 para mais informações.

Após cadastro ou contato telefônico eles receberão por correio um documento com orientações sobre a identificação, devolução das peças e ressarcimento ou substituição do produto por similar.

Novo recall

O novo recall foi anunciado pela Mattel menos de duas semanas depois de divulgada a retirada de 1,5 milhão de brinquedos da fabricante, produzidos na China, do mercado.

Os brinquedos chamados para recall incluem cerca de 7,3 milhões de Polly Pocket, Batman Magna, Doggie Daycare e Shonen Jump’s One Piece que contêm pequenos ímãs, além de cerca de 253 mil carros de brinquedo Pixar Sarge com possível excesso de chumbo na pintura.

No site em inglês da empresa, um comunicado alerta que os imãs dentro desses brinquedos podem se soltar deles sem ser detectados por pais e babás. Estes imãs, continua o texto, podem ser engolidos ou aspirados pelas crianças, o que pode causar perfuração no intestino, infecções, entre outros problemas.

No dia 2 de agosto, a Mattel havia anunciado um recall mundial de 1,5 milhão de brinquedos fabricados na China, também por excesso de chumbo na pintura.

Na data, a empresa divulgou que a fábrica chinesa contratada para produzir as peças usou um pigmento não-aprovado que continha chumbo, substância à qual já foram atribuídos vários problemas em crianças, inclusive danos cerebrais.

O episódio levou ao suicídio do chefe da fábrica chinesa, na segunda-feira, 13. Zhang Shuhong, empresário de Hong Kong na faixa dos 50 anos e à frente da Lida Toy Company, foi encontrado morto na oficina da fábrica no sábado, segundo um diário semi-oficial.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s