817/ Como ser um motorista preocupado com o planeta?

Adriana Bernardino para Yahoo!Autos

foto:sxc.hu

aquecimento_carro

Curtir aquele friozinho com uma ótima companhia e um bom vinho fica cada vez mais raro. Segundo relatório da ministra do meio-ambiente, Marina Silva, na década de 1970 os dias frios representavam de 25% a 30% do total. Entre 2001 e 2002, essa representatividade caiu para 5% a 10%. Sejamos realistas: salvar o planeta com ações individuais parece até um pensamento megalomaníaco. Porém, ao relacionar o aquecimento às ações do homem nas últimas décadas, as Nações Unidas e a Organização Meteorológica Mundial evidenciaram a responsabilidade de cada um nas agressões à natureza.

Para quixotescamente desacelerar o fenômeno climático, preparamos, com o time de Eco Eficiência do Banco Real, oito práticas diárias que, além de ajudar a salvar o planeta, serão ótimas para o seu bolso e bem-estar.

1 uso racional do carro: Esqueça-se de pegar o carro para ir à padaria, farmácia, casa do vizinho ou fazer pequenos trajetos. Além de não jogar poluentes na atmosfera, uma caminhada pode lhe render um corpinho atlético. Mantenha você e o planeta saudável!

2 ou mais check-ups: Se você fizer manutenção preventiva, evitará não só riscos e gastos desnecessários como também diminuirá a emissão de substâncias poluentes, como o gás carbônico responsável pelo agravamento do efeito-estufa.

Para facilitar as coisas, basta se cadastrar aqui para receber por e-mail as manutenções previstas do seu carro. Vamos lá!

3 árvores para neutralizar: Há uma fórmula para calcular o tamanho do estrago que cada indivíduo tem causado à natureza, que leva em conta gastos de energia elétrica, gás, quilômetros rodados, lixo produzido, viagens de avião etc.

Uma forma de compensar, segundo os especialistas, é plantando uma árvore, duas, três ou mais só para garantir. Escolha uma que encha seus olhos de poesia e semeie essa atitude em seu quintal, chácara ou qualquer solo fértil desta Terra.

4 pneus alinhados: Pneus lisos prejudicam o desempenho do veículo e, principalmente, a segurança dos ocupantes. Por isso, não deixe de checá-los. Qualquer alteração que ocorra nas especificações de alinhamento, ocasionada por impacto, trepidação, compressão lateral e desgaste dos componentes da suspensão poderá comprometer o bom comportamento do veículo ou ainda, provocar desgaste irregular e prematuro da banda de rodagem.

As conseqüências para o planeta podem ser relidas no item 2.

5 transporte solidário: Economia de dinheiro e combustível, oportunidade de relacionamento e menos poluição. Olha quanta coisa é possível com uma simples carona…

Pesquise no trabalho, faculdade, academia, igreja ou outros ambientes que você freqüenta, amigos que morem próximo a sua casa.

Dê o primeiro passo e ofereça carona. Serão de 2 a 4 quatro carros que você tirará das ruas!

6 por meia dúzia? Antes de comprar um veículo, leve em conta o consumo de combustível e o nível de emissão de poluentes do modelo em questão. Prefira um automóvel cuja concepção do motor seja moderna, e se possível opte por um flexível em combustível (roda com álcool, gasolina ou qualquer mistura deles).

Assim você poderá rodar com álcool, biocombustível renovável que é um tipo de “auto-neutralizador”.

7 palmos abaixo da terra: Barbaridade, mas tem muita gente que ainda joga seu lixo nas ruas. Lugar de lixo é no aterro sanitário ou na reciclagem. Os restos de alimentos que se come no carro e – eventualmente se arremessa pela janela – ao se decomporem geram o metano, um biogás capaz de agravar 27% mais o efeito estufa.

Por isso, eles – e, claro, todos os tipo de lixo – têm tratamento especial nos aterros.

8 ou mais vezes de transporte coletivo: Essa é fácil, apesar do aperto, das sacoladas e do perfume coletivo. Procure utilizar o transporte público, ao menos, um dia na semana. Pode ser a hora ideal para ler aquele livro que está empoeirando na estante ou ouvir uma boa música no pen drive. Outra opção é pegar carona (se você topou o item 5, já sabe a quem pedir) ou ir de bicicleta.

Anúncios

2 comentários sobre “817/ Como ser um motorista preocupado com o planeta?

  1. E ter um hibrido, como o meu Civic IMA!… básico para caramba nos extras mas muito pouco poluente no que respeita a emissões… E trocado de uma carrinha 407, o que me fez pagar pouco pelo “luxo” (pouco, já que é um veículo em 2ª mão)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s