819/ Nokia alerta para riscos em 46 milhões de baterias de celular

Do Gazeta do Povo

A Nokia, maior fabricante mundial de celulares, afirmou que 46 milhões de baterias usadas em seus modelos de aparelhos podem apresentar superaquecimento, o que levou a companhia a anunciar um recolhimento mundial dos acessórios de consumidores que se sentirem lesados. A marca finlandesa afirmou que as baterias modelo “BL-5C” foram fabricadas pela parceira japonesa Matsushita Electric – dona da marca Panasonic – entre os meses de dezembro de 2005 e novembro de 2006.

A Nokia identificou casos raros em que a bateria (BL-5C) pode experimentar superaquecimento, iniciado por um curto-circuito durante a recarga, o que obrigaria o usuário a tirá-la do aparelho – afirmou a Nokia em comunicado.

Divulgação

batnokia1

Imagens da bateria BL-5C da Nokia, que pode apresentar problema: empresa recomenda que usuários chequem número de série

 

A companhia afirmou que foi informada de 100 casos de superaquecimento destes acessórios no mundo, mas não foram registrados usuários que tenham sido feridos gravemente.

Em comunicado, a representação da Nokia do Brasil reforçou que “é importante notar que a bateria BL-5C não é usada em todos os produtos Nokia e que apenas uma parcela das baterias BL-5C Nokia em uso estão sujeitas a este alerta” e recomendou que os consumidores visitem o site www.nokia.com/batteryreplacement ou contatem o número 0800-770-1282, “implementado especificamente para clientes que identifiquem terem essa bateria em seu aparelho ou queiram mais esclarecimentos sobre o tema”.

Divulgação

batnokia2

Os profissionais do serviço de atendimento ao cliente da Nokia também estão orientados a esclarecer consumidores brasileiros nos telefones 4003-2525 (preço de ligação local de qualquer parte do país) e (11) 5681-3333 (nas localidades onde não há o serviço 4003).

O modelo “BL-5C” de bateria é o mais usado mundialmente. Produtores da Matsushita teriam entregue mais de 300 milhões destes acessórios para a Nokia.

A Nokia afirmou que um eventual recolhimento mundial destes acessórios deverá ter impacto financeiro e que está negociando com a Matsushita para que a parceira japonesa assuma os custos dos consumidores.

O analista Richard Windsor, da consultoria Nomura, estima que o recolhimento deve gerar 100 milhões de euros de prejuízo à Nokia – cerca de US$ 137 milhões.
– Historicamente, quando existe um problema desta natureza, o fabricante do eletrônico tem que pagar.

Confira os modelos de celulares Nokia cujas baterias podem apresentar problemas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s