846/ Grupo denuncia condições de trabalho em fábricas na China

Da Gazeta Mercantil

china_capitalist

Um grupo de defesa dos trabalhadores chineses denunciou nesta terça-feira as condições de trabalho nas fábricas de brinquedos das grandes marcas internacionais onde defeitos nos produtos “Made in China” foram encontrados.

Em meio à polêmica sobre os brinquedos perigosos exportados pela gigante asiática China Labour Watch, com sede nos Estados Unidos, foram divulgados os resultados de uma investigação em oito fábricas locais.

Além de “violarem as leis dos contratos de trabalho chineses”, todas elas obrigam muitas vezes os trabalhadores a fazer horas extras além do que está legalmente permitido e pagam menos que o salário mínimo legal, segundo a China Labour Watch. Os funcionários também são obrigados a trabalhar em um “ambiente perigoso” e os submetem “condições de vida humilhantes”, que incluem abusos físicos e verbais.

“As fábricas não são as únicas culpadas destes abusos. O principal culpado são os preços lastimosos que as empresas de brinquedos impõem”, ressalta o relatório. A China Labour Watch considerou que “a baixa qualidade dos brinquedos é o resultado da busca pelo preço mais baixo a qualquer custo por parte das multinacionais”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s