877/ Exército libanês reinicia ataque a campo de refugiados após saída de civis

Da Ansalatina

nena_palestina_tanque_israel

O exército do Líbano reiniciou hoje os bombardeios contra o campo de refugiados palestinos de Nahr al Bared, 100 quilômetros ao norte de Beirute, de onde na sexta-feira foram retirados os familiares de milicianos do grupo Fatah al Islam.

Fontes militares, citadas pela rádio Voz do Líbano, disseram que o exército atacou com projéteis de artilharia e bombas lançadas de helicópteros as áreas onde permanecem membros do grupo armado.

Porta-vozes declararam à imprensa local que a operação para despejar os milicianos após a retirada dos civis pode levar dez dias.

Os novos ataques começaram após a evacuação na sexta-feira de familiares de milicianos do grupo Fatah al Islam, 45 crianças e 23 mulheres, em uma operação realizada com mediação do Conselho dos Ulemá palestinos.

O porta-voz do Conselho, Muhammad Hajj, disse hoje que “a solução política para a crise de Nahr al Bared está agora em mãos das autoridades libanesas”.

Os confrontos começaram em 20 de maio quando membros do Fatah al Islam foram presos após serem acusados pelo assalto a um banco e ataques contra posições do exército do Líbano.

O grupo atacou um posto militar na entrada do campo de refugiados e reteve veículos do exército, após o qual o local, onde viviam mais de 30 mil pessoas, foi bloqueado com tanques.

Cerca de 143 soldados e 40 civis já morreram nestes confrontos, segundo relatórios oficiais. Os civis foram transferidos em seis ambulâncias da Cruz Vermelha libanesa e em um ônibus militar para um posto do exército na cidade de Trípoli, próxima ao campo de refugiados onde combates estão ocorrendo desde 20 de maio.

As mulheres e as crianças foram recebidas no acesso ao campo de refugiados pela Cruz Vermelha libanesa e pela Meia Lua Vermelha palestina, disseram jornalistas no local. O Exército libanês suspendeu as operações militares para permitir a retirada.

O cessar fogo se prolongou durante uma hora para facilitar o deslocamento das equipes de resgate na entrada do campo de refugiados, onde deveriam esperar os civis.

Fontes locais advertiram que o cessar fogo para a retirada dos civis pode ser um prenúncio de uma ofensiva mais ampla do exército contra o Fatah al Islam.

Anúncios

4 comentários sobre “877/ Exército libanês reinicia ataque a campo de refugiados após saída de civis

  1. Engraçado pensar que estudos militares objetivam a criação de cada vez mais restritas “regras de engajamento” para combates durante conflitos, nelas a população civíl deve sofrer o mínimo dano durante qualquer ao ataque.
    Nessas “regras” é certo que a preocupação dos militáres é que nenhum estilhaço, tiro, ou bomba acerte erroneamente cívil…mas ai vem a questão, será que o simples fato de cercar aéreas cívis, obrigando a eles procurar refúgio em outras regiões, sendo evacados de suas áreas de residencia e de suas vidas cotidias, não é també um dano não tão mínimo assim?

  2. É uma pena essa violencia toda no mundo… Fico muito triste com isso.
    Vamos torçer para que as coisas mudem o rumo! Afinal nao paramos de andar para trás..

    Amigo, curti muito seu blog, ele é bonito, informativo e criativo!! Criei um blog na wordpress, e queria lhe pedir uma força!
    Se gostar, vamos nos linkar?! Qualquer coisa me avise!

    http://www.openbeta.wordpress.com

    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s