901/ Ex-General chileno é condenado à prisão perpétua

Do O Povo.com.br

Foto:www.memoriaviva.com

generalhugosalas

Hugo Salas

A Corte Suprema do Chile confirmou nesta terça-feira a primeira condenação à prisão perpétua pronunciada contra um autor de crimes cometidos durante a ditadura de Augusto Pinochet.

O general Hugo Salas, ex-diretor da Central Nacional de Informações (CNI), a polícia secreta, foi condenado por sua responsabilidade no chamado “massacre de Corpus Christi”, no qual morreram 12 membros do partido de esquerda Frente Patriótica Manuel Rodriguez, nos dias 15 e 16 de junho de 1987.

A CNI, sucessora da temida Direção Nacional de Inteligência (DINA), a polícia política que atuou nos primeiros anos da ditadura de Pinochet, assassinou os jovens esquerdistas em diversos lugares de Santiago durante o feriado religioso de Corpus Christi.

Salas, general aposentado do exército chileno, está em liberdade condicional. Assim que for notificado, ele deverá cumprir sua pena na prisão especial para militares de Punco Peuco.

A ditadura do general Pinochet, falecido em dezembro passado sem nunca ter sido condenado, deixou mais de 3.000 mortos em 1973 e 1990, segundo organismos dos direitos humanos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s