977/ África do Sul entrega mapas de campos minados em Angola

Do Angola Press

MosiuoaLekota

General Mosiuoa Lekota, Ministro da Defesa da África do Sul

Luanda – O governo sul-africano entregou, mapas e croquis operacionais dos eventuais campos de minas plantados no território angolano, pelas então forças armadas do regime do Apartheid, anunciou o ministro da Defesa da República da África do Sul, Mosiuoa Lekota.

Mosiuoa Lekota fez este pronunciamento no final da sessão das conversações oficiais realizadas hoje na capital entre delegações dos ministérios da Defesa  sul-africana e angolana.

“Congratulamo-nos com mais essa compreensão e colaboração dos nossos irmãos sul-africanos, que nos forneceram informações, mapas e croquis para a localização de zonas minadas em Angola”, referiu o ministro Kundi Paihama, quando abordado pela imprensa sobre este gesto do governo da África do Sul.

Essa colaboração, na opinião do ministro angolano, vai contribuir bastante no processo de desminagem nestas regiões. Disse que um dos fenômenos decorrentes de vários anos de guerra no país são as minas e que na verdade constitui uma das grandes preocupações do Governo angolano, que concentra uma atenção muito especial nesta matéria.

Para o governante angolano, “o desenvolvimento socioeconômico de Angola depende sobremaneira da remoção dos artefatos plantados no solo angolano, pelos diversos intervenientes do conflito armado no país”.

Kundi Paihama, ao destacar a importância dos laços de cooperação bilateral e de irmandade entre os dois povos desde os tempos da luta contra o regime do apartheid, sublinhou que o seu Governo estará sempre disponível para o aprofundamento das relações bilaterais com a África do Sul.

Por seu lado, Mosiuoa Lekota, manifestou-se satisfeito com os progressos quer do ponto de vista político-militar como socioeconômico que a República de Angola tem alcançado nos últimos anos.

“Há uma atividade crescente, o que é muito bom” salientou o ministro sul-africano da Defesa, que segundo ele a desminagem nestas zonas ora localizadas serão benéficas para o cultivo de terras e a livre circulação de pessoas e bens.

Esta é a primeira visita do ministro da Defesa sul-africano, Gerard Patrick Mosiuoa Lekota a Angola. Antes desta visita, estiveram já no país, durante o ano passado (2006) e princípio do corrente, duas delegações militares da África do Sul. A primeira foi chefiada pelo inspetor-geral das Forças Armadas, major-general Mxolisi Eduard Petane e outra, pertencente ao do Estado-Maior da Marinha de Guerra deste país, chefiada pelo comandante Jahannes Mudimu.

Além de cooperarem nos três ramos do exército nacional, designadamente Exército, Marinha de Guerra e Força Aérea, Angola e África do Sul trocam experiências no domínio da Educação, Saúde, Petróleos, Energia e Águas e Telecomunicações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s