Ministro é contra legalização dos “sacoleiros”

Do Monitor Mercantil

 

Celso Junior/AE

guidomantega e migueljorge

Ministro da Fazenda, Guido Mantega (à esquerda), recebe o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge

Em reunião na Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), o ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, disse ser contrário ao projeto do governo que visa regularizar a atividade daqueles que atuam com a compra e venda de produtos do Paraguai, os chamados “sacoleiros”. A informação partiu do presidente da associação, Humberto Barbato, que se reuniu com o titular da pasta para sugerir medidas de incentivo ao setor.

Barbato afirmou que conversará sobre o assunto nos próximos dias com o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. O dirigente da Abinee disse ser contra qualquer projeto que “legalize o contrabando”. E ponderou que “se não houver alternativa”, o governo deveria enquadrar na medida “apenas produtos que não são fabricados no Brasil. Notebooks, por exemplo, não pode entrar de maneira nenhuma”.

A este respeito ver: Sacoleiro poderá ter limite de R$ 120 mil por ano

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s